Revista da Papelaria

Início » Notícias / Mercado » Cresce calote com cheque sem fundos

13/07/2012

   

Cresce calote com cheque sem fundos

Balanço do primeiro semestre aponta maior índice registrado desde 2009

Segundo pesquisa do Serasa Experian, foram devolvidos 2,07% dos cheques do país nos primeiros seis meses de 2012. De acordo com o Indicador de Cheques de Fundos da empresa, esse foi o maior volume registrado no acumulado de janeiro a junho desde 2009, quando o calote alcançou 2,3%.
Para os economistas da instituição, este índice acompanha a alta da inadimplência no país e reflete o endividamento da população, que ampliou seu comprometimento de renda e não consegue controlar as compras parceladas com cheques pré-datados.
Entretanto na comparação mensal, junho de 2012 apontou queda na porcentagem de cheques devolvidos, com 2,02%, número inferior ao de maio deste mesmo ano, que registrou 2,2%. Porém, quando comparado a junho de 2011, o índice indica um aumento de 0,09%.
Na avaliação individual dos estados brasileiros, Roraima teve o maior volume de cheques sem fundos, com 15%, enquanto São Paulo apresentou o menor percentual, com 1,54%. Já no estudo das regiões, a Norte registrou o maior número, com 4,41%, e a Sudeste o menor, com 1,67%.

 

< Anterior | Próxima >