Revista da Papelaria

Início » Notícias / Mercado » O mercado livreiro em 2012

26/12/2012

   

O mercado livreiro em 2012

Ambientes agradáveis e temas religiosos são destaque no estudo da Associação Nacional de Livrarias

O Diagnóstico ANL do Setor Livreiro 2012 revelou, entre outros fatores, que a tendência de oferecer um espaço de convivência atrativo aos consumidores vem sendo reforçada pelo aumento da presença de espaços para leitura, eventos e cyber café em estabelecimentos do setor. O resultado foi divulgado pela Associação Nacional de Livrarias, que realiza o estudo a cada três anos desde 2006.
Na distribuição geográfica, a região Nordeste apresentou 15% das livrarias do país, apontando recuperação frente aos 12% apontados em 2009. Já o Sul caiu para 16%, aproximando-se do patamar mostrado em 2006.
O Sudeste comprovou que a concentração populacional, o mais alto nível de escolaridade e a melhor situação econômica contribuem para que quase dois terços das livrarias estejam localizados na região.
O destaque temático ficou por conta do gênero religioso, presente em 76% das livrarias, frente aos 46% registrados há três anos. 


Negócio para pequenos e grandes


A pesar da redução na quantidade de livrarias de médio porte e aumento no número das de grande porte, as livrarias independentes continuam relevantes para o setor, já que 65% delas possuem de uma a duas lojas.
O nível de informatização é elevado considerando que somente 12% dos estabelecimentos não utilizam o recurso, mas a comercialização de conteúdo digital está presente em apenas 27% das livrarias. Essa realidade deve mudar a partir do próximo ano, quando 33% daqueles que não comercializam conteúdo digital pretendem começar a investir no negócio.
82% das livrarias devem receber investimento em 2013, principalmente no que diz respeito a reforma, tecnologia e capacitação de funcionários.


O Diagnóstico completo pode ser acessado no site da associação.

 

< Anterior | Próxima >