Revista da Papelaria

Início » Notícias / Representante » Organização e ética para conquistar um estado

03/07/2013

   

Organização e ética para conquistar um estado

Há 38 anos, Marco Roberto escolheu o mercado de papelaria para atuar como representante comercial. 

Por todo o Estado do Rio de Janeiro, cerca de 600 papelarias recebem as visitas de um dos vendedores da Marketing Representações. Dependendo da localização, a papelaria é visitada em intervalos que alternam de 25 a 30 dias (as da capital, por exemplo), de 45 a50 ou de 60 a 70 dias, variando de acordo com o giro de mercadoria e com a facilidade de acesso à loja.


No relacionamento com seus clientes, Marco Roberto Costa Ferreira destaca a importância do atendimento pós-venda. “Tenho orgulho de estar sempre presente. Porque acontecem problemas com bancos, transportadoras, quebra de produtos etc. Temos que estar disponíveis para ajudar a resolver”, afirma. 


A primeira empresa a ser representada por Marco foi a Souza e Cia. Desde então, o empresário conta que teve certeza de que a empresa daria certo. “Quando tive essa primeira oportunidade, percebi que poderia crescer nesse mercado”. Quando ele deixou o cargo de gerente regional de vendas em uma multinacional de material elétrico, decidiu deixar de ser assalariado. “Eu via outros horizontes, queria investir em mim mesmo e fazer meu próprio salário. Percebi que as grandes empresas de papelaria tinham sua própria equipe, enquanto as pequenas contratavam, e ali havia demanda de mão de obra. Então, conversei com um amigo que, na época, tinha uma papelaria, para obter informações do mercado”.


Atualmente, a empresa representa, além da Souza, a Acrimet, a Ótima Gráfica, a Paloni, a Delta Artigos Escolares e a Cartões Cristina. Um dos diferenciais da companhia é não vender produtos concorrentes. “Temos um caso de uma empresa incluir, em seu portfólio, produtos concorrentes de outra epresentada. Como não é a linha principal da empresa, antive o atendimento, mas com cuidado para que os produtos não sejam oferecidos pelo mesmo vendedor. Meu objetivo é ter um mix o mais variado possível.”


Para Marco, sua conduta contribui para o crescimento de sua empresa, que ele se orgulha de estar localizada no mesmo endereço desde a inauguração. “Hoje, o prédio é próprio”, destaca. Lá, além do escritório, ele mantém um showroom com uma vitrine fixa, na qual exibe os lançamentos e destaques de seus clientes. Compondo a equipe há cerca de 10 anos está Marcello Manganelli, genro de Marco Roberto, que foi responsável pela informatização da empresa. “Trouxe ele para contribuir com a modernização da empresa na questão tecnológica. E também é importante para a continuidade da companhia.”

 

< Anterior | Próxima >