Revista da Papelaria

Início » Notícias / Mercado » Sertic está de olho nas possibilidades de mercado

29/09/2014

   

Sertic está de olho nas possibilidades de mercado

Empresa investe em diversas frentes visando a um mercado de papelaria cada vez mais dinâmico e sedento por diferenciação

A tendência da papelaria é ampliar cada vez mais o mix, tanto para atender a crescente demanda de produtos diferenciados quanto para manter o giro fora dos períodos de alta. Interessada em se manter atualizada e ativa, a Sertic começou a investir em setores diversos dentro do mercado de papelaria. Conhecida principalmente pelos instrumentos de escrita, como as marcas Uniball e Stabilo, a Sertic apresenta uma variedade de segmentos: informática e tecnologia, com a linha OEX; brinquedos, com a PlayCis; e a +Make, de maquiagem. A PlayCis, inclusive, chegou com diversas linhas, como Baby Fun, para primeira infância; Click-it, blocos de montar; D+, brinquedos divertidos e inusitados com baixo custo de aquisição; +Fashion, kits de bijuterias e acessórios para serem montados; Mega Massa, massa de modelar leve, reutilizável, que pode ser misturada e vem com acessórios; e a Linha Lalaloopsy, bonequinha que ganhará uma máquina de costura exclusiva e itens para montagem de bijuterias.
Ricardo Ferreira, gerente de marketing da empresa, explica como teve início essa variedade. “A Sertic tem grande tráfego internacional, e grandes marcas que não estão presentes em nosso mercado nos procuram em função de nossa excelente logística e conhecimento do mercado brasileiro. Além de sermos experts em importação, conhecemos bem o sistema tributário e sabemos como fazer o operacional para importação e distribuição”, declara.
Ricardo afirma que a empresa entende que as papelarias, hoje, abrangem outras categorias de produtos, além de escolar e escritório. Então, avalia se o artigo possui essa capilaridade e estuda se há viabilidade de negócios em sinergia com as linhas existentes, tendo em vista trazer o que há de mais moderno, inovador e de qualidade aos consumidores.
E a importadora não pretende parar agora. Há planos de buscar novos artigos. “Continuamos estudando novas categorias, diferentes canais e nos movimentando para fazer com que o portfólio de produtos ainda cresça com consciência e profissionalismo”, finaliza Ricardo.

 

< Anterior | Próxima >