Revista da Papelaria

Início » Notícias / Mercado » Inovações na escrita

04/11/2014

   

Inovações na escrita

Fabricantes de canetas e lápis descrevem preparação para o volta às aulas 2015

A indústria de papelaria acredita em boa movimentação do mercado no volta às aulas 2015. Representantes dos segmentos apontaram expectativa de aumento nas vendas entre 10% e 20%. E, após as fabricantes de cadernos mostrarem buscar a redução de custos e otimização da produtividade no parque industrial, as fabricantes de canetas e lápis contam suas metas à REVISTA DA PAPELARIA.


Instrumentos de escrita oferecem boa oportunidade de as empresas inovarem. Seja em novos produtos, novas funcionalidades, seja em novidades nas embalagens, levar surpresas aos clientes incrementa as vendas. A cada ano, a BIC busca agregar evolução aos produtos. Para 2015, serão 16 lançamentos e reformulação nas embalagens da linha Cristal.


“O volta às aulas é o momento de maior importância para o setor, por isso a BIC amplia o portfólio, reforçando a linha de colorir e incluindo linha voltada para a alfabetização infantil, um diferencial de mercado”, explica Felipe Favoretto, gerente da categoria de papelaria da empresa.


Mas não é só nas salas de aula que as empresas querem estar presentes. A BIC reforça a plataforma “BIC, é assim que se educa”, comprometida com cultura e educação infantil: possui parceria com a Cidade do Livro, espaço temático e educativo que ajuda a estimular a leitura nas crianças e que completa dez anos em 2014. Outro projeto é o Traquitana, pequeno programa com a TV Cultura que traz experimentos para os pequenos fazerem em casa com artigos de papelaria.


No mesmo segmento, a Faber-Castell resgata a importância de expressar ideias com os produtos da marca através do conceito “Ideias feitas à mão”. Em parceria com uma agência de publicidade, foram produzidos dois novos vídeos para o volta às aulas: um apresentando uma menina em diversas fases da vida usando os artigos da Faber, e outro que traz uma releitura da música “Aquarela”, tema da campanha de sucesso dos anos 1980.


Entre as ações de trade marketing da Faber-Castell estão inclusos material para PDV, treinamento para balconistas, equipe de merchandising, ambientações, workshops e packs promocionais exclusivos.


“Nosso objetivo é levar ao consumidor novidades relacionadas à qualidade, design e desempenho, buscando entender as demandas dos mais diferentes públicos”, comenta Elaine Mandado, gerente de comunicação corporativa.


A marca desenvolveu um plano de visibilidade para as lojas, estruturado em cinco etapas: Insights (auditoria de campo), Plano (assegurar que a empresa está no canal certo, com o material correto, no melhor lugar e com mensagem adequada), Design (conceituar, interpretar, participar, imaginar, visualizar e materializar), Produção (desenvolver fornecedores para produção) e Execução (instalação e ferramentas adequadas ao ponto de venda). O objetivo é estreitar a parceria com os varejistas para que todos se beneficiem com as vendas dos artigos.

 

< Anterior | Próxima >