Revista da Papelaria

Início » Notícias / Representante » Representantes dos Sonhos – parte IV

19/11/2014

   

Representantes dos Sonhos – parte IV

Paulo Mahon dá o crédito da vitória ao relacionamento humano

A quarta entrevista com os vencedores do Prêmio Desempenho mostra que o DNA de vendedor dá o dinamismo para que Paulo Fernando de Lima Mahon se mantenha no topo após 25 anos de estrada. O representante comercial acumulou a conquista na Região Nordeste com a viagem à Paperworld Frankfurt 2015. Para ele, as vitórias são frutos de um fator primordial: o relacionamento humano.


Como você se tornou um representante comercial?


As vendas correm nas minhas veias. Venho de uma família do comércio e comecei cedo. E, através de um amigo, recebi o convite para trabalhar como representante comercial.


O que mais te empolga na sua profissão?


É uma profissão muito dinâmica. Te ensina muito, pois, diariamente, aprendemos e convivemos com pessoas de diferentes pensamentos.


Quais suas perspectivas para o futuro?


Aumentar o relacionamento. Já comentaram de que a profissão de representante comercial iria acabar com a chegada da tecnologia, pedidos eletrônicos etc. Grande engano! Tudo na vida é feito através de relacionamentos. Por maiores e melhores que sejam as indústrias e seus maquinários, nada funciona sem material humano.


Como se sente como vencedor de um prêmio com abrangência nacional?


É bastante gratificante, mostra o reconhecimento do trabalho que faço. Mas nada disso conseguiria sem o apoio da família, da equipe, dos clientes e de excelentes indústrias dando todo o suporte.


Qual o segredo do sucesso?


Fazer o que gosta, com muito amor e dedicação, colocando Deus à frente de tudo.

 

< Anterior | Próxima >