Revista da Papelaria

Início » Notícias / Representante » Espírito coletivo

26/01/2015

   

Espírito coletivo

Eduardo Krause credita sucesso à obstinação e união da família no negócio

“A representação comercial é uma profissão que sempre estará em alta e nunca faltarão empresas buscando serviços. É um método que jamais será substituído por nenhuma outra prática”.


As palavras firmes impulsionam a carreira do curitibano Eduardo Krause, da ETK Representações, prestadora de serviços no Paraná, na Região Sul do Brasil. Eduardo despertou para o ramo aos 18 anos, quando cursava administração. Um amigo da família ofereceu uma oportunidade para ele representar estojos e mochilas da marca LS.


“Juntei-me com minha irmã e, rapidamente, criamos a ETK Representações, com respaldo do meu pai, que sempre trabalhou com vendas. Logo depois, conseguimos fechar outros contratos”, explica o representante.


Dificuldades para entrar no mercado surgiram, mas, com muita insistência aliada à qualidade dos serviços, a ETK cresceu. Hoje, representa empresas como Summit, Frama e Xeryus, além da LS Bolsas.


“É uma empresa familiar, administrada pela minha esposa. Na área de vendas, sou eu e meu pai”, resume Eduardo, que detalha a área de atuação da empresa: na capital, na região metropolitana, no litoral e na região sul do Paraná. O espírito coletivo da família é o grande diferencial do grupo, mas Eduardo destaca que, para ser bom representante, muitos outros aspectos devem ser levados em conta.


“Temos que ser obstinados com relação à meta, mas o maior trunfo para essa profissão é a transparência e cumplicidade”, diz. E a transparência surtiu efeito, pois Eduardo foi considerado pela Disney como o melhor licenciador-geral no ano de 2012, representando a Summit.


Em 2014, Eduardo se deparou com muitas dificuldades para se movimentarno mercado. A esperança de lucros com a chegada da Copa do Mundo no país “não passou de utopia” e investimentos foram perdidos. Outro fato negativo foi a incerteza nas eleições, com investimentos praticamente nulos no segundo semestre.


“Quando o mercado desacelerou, nós passamos por inúmeras dificuldades e perdemos algumas reservas”, elucida Krause.


Contudo, a esperança para o ano que se inicia é grande e o volta às aulas vem com boas perspectivas. Eduardo acredita que o mercado já deu provas de que os investimentos vão retornar.


“A safra escolar é a grande aposta. Essa fase do ano é a melhor oportunidade de gerarmos bons negócios. Apertarmos nosso orçamento nos últimos três meses para entrarmos em 2015 com produtos diferenciados e gerarmos receita para o ano todo”, finaliza


ETK Representações Comerciais


Área de atuação: Paraná


Tempo de estrada: 19 anos


Representa: Frama, Glitter, LS Bolsas, Summit e Xeryus

 

< Anterior | Próxima >