Revista da Papelaria

Início » Notícias / Mercado » Por que dói cortar o dedo com papel?

13/03/2015

   

Por que dói cortar o dedo com papel?

Pequeno corte na perna, por exemplo, não é tão dolorido

Quem trabalha em papelarias, escritórios ou mesmo qualquer pessoa distraída acaba cortando o dedo com folhas de papel. E por menor que seja o ferimento, ele costuma arder bastante e causar desconforto.


Parte da razão está no fato de as mãos possuírem muitos instrumentos sensoriais que passam informações sobre temperatura, dor e pressão para o cérebro. Um pequeno corte na perna, por exemplo, não seria tão dolorido por ter menos nervos.


Mas isso não acaba com o mistério. Cortes com faca normalmente não doem tanto quanto os feitos com folhas de papel, embora possam causar maiores danos. A explicação mais aceita aponta para as beiradas flexíveis e mal afiadas da folha. Apesar de cortes de pouca profundidade parecerem menos doloridos, os especialistas dizem que, no caso do papel, esse tipo de ferimento é pior. Isso porque as bordas do papel não cortam a carne do dedo, mas acabam rasgando-a, fazendo com que o dano microscópico seja maior. Além disso, essa lesão imperceptível aos olhos humanos atinge mais nervos, que enviam mais sinais de dor ao cérebro!

 

< Anterior | Próxima >