Revista da Papelaria

Início » Notícias / Representante » Criatividade nas vendas

13/02/2016

   

Criatividade nas vendas

Ao iniciar carreira no setor, o representante Marcos Garcia, da Magipel Comércio e Representações, teve como principais aliados os próprios clientes. A troca de carreira, de visitador de uma empresa do governo para preposto no setor de papelaria, exigia novas habilidades e conhecimentos – e para quem está começando, saber vender é um grande desafio.


“No início, não sabia de nada, nem vender, mas você acaba pegando conhecimento com os clientes. Eles mesmos me orientavam, indicando alguns caminhos sobre como deve ser a abordagem e como oferecer o produto, por exemplo. Isso me ajudou muito no aprendizado”, conta.


Hoje, com 25 anos no ramo, ele abriu a empresa de representação um ano e meio após atuar como preposto. Além de destacar a vontade em trabalhar com vendas, honestidade e persistência, Marcos diz que há outro fator importante para formar um bom representante: ser criativo.


Para ele, é preciso sair da mesmice das vendas e dos pedidos protocolares. Assim como ele recebeu dos clientes muitas ideias sobre como deveria atuar, hoje Marcos destaca essa capacidade propositiva nos representantes comerciais.


“Dar ideias e sugestões é muito importante. Boa parte dos representantes fica limitada ao roteiro da venda. É mais interessante chegar no cliente e ajudar na composição da estética da loja, por exemplo. Ele já está pronto para dar um não, mas oferecer diferenciais abre portas. A mecânica de só falar em preço e prazo limita a conversa, impedindo que você perceba as necessidades e ajude a loja a desenvolver o produto”, ressalta. 


Com todas as mudanças pelas quais a papelaria passa atualmente, Marcos vê que é fundamental trabalhar a atratividade de uma loja para que o cliente sinta vontade de entrar e, principalmente, que o atendimento seja de qualidade. Outro ponto destacado por ele é o mix, fator importante para a boa saúde do negócio.


“O cliente entra em uma loja bonita e bem exposta, mas só vai comprar se for bem atendido. O preço em si entra após esses dois critérios. A papelaria que está indo bem realizou esse processo e aumentou seu mix. É preciso acoplar outros setores ao negócio”, avalia, com a experiência de quem sabe o caminho do sucesso.


Magipel Comércio e Representações


Área de atuação: ABCD Paulista e Grande São Paulo | Tempo de estrada: 25 anos | Empresas que representa: Aloform, DAC e São Domingos

 

< Anterior | Próxima >