Revista da Papelaria

Início » Notícias / Mercado » Promissora sinergia

26/06/2016

   

Promissora sinergia

"Brinquedo é sinônimo de aprendizado, e isso tem tudo a ver com papelaria"

De acordo com Synésio Batista da Costa, presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), há uma sinergia entre os dois mundos, que, juntos, podem resultar em ainda mais progressos. Afinal, um mercado tão promissor no país como o de brinquedos – que cresce na casa de dois dígitos a cada ano – é capaz de gerar bons resultados para quem investir no segmento.


Como está o comportamento da indústria de brinquedos?
A indústria mantém um ritmo de crescimento há oito anos consecutivos, sempre com margem mínima de 10%. Isso significa que o bom comportamento em 2015, com faturamento de R$ 5,7 bilhões, foi resultado de um bom trabalho desempenhado já há bastante tempo. E é nessa estrutura solidificada que confiamos para crescer outros 12% este ano.


Qual balanço faz da Abrin 2016?
A expectativa, na verdade, foi superada. Apesar dos excelentes resultados apresentados pela indústria no último ano, a instabilidade econômica sempre nos deixa em estado de alerta. Mas na Abrin foi possível comprovar que o setor está estruturado o bastante para lidar com essas dificuldades. Considero que a feira cumpriu seu papel de apresentar as últimas novidades e tendências em brinquedos para o mercado (foram 1.500 só nesta edição) e colaborar com até 25% dos negócios que estimamos concretizar neste ano.


Quais motivos levaram a Abrinq a promover as feiras regionais neste ano?
Essa é uma iniciativa inédita. Nossa distribuição é irregular em muitas regiões do país e, com isso, pretendemos melhorar a forma como o brinquedo vai chegar aos menores municípios. Entre as cidades escolhidas, Brasília é a primeira. Estamos definindo as outras três regiões, possivelmente no Centro-Oeste e Nordeste.


Acredita que papelarias devem investir em brinquedos?
O brinquedo está inserido no âmbito educacional, é sinônimo de aprendizado e sempre vai andar lado a lado com o desenvolvimento intelectual da criança. Do mesmo modo, a papelaria conversa diretamente com pais, instituições de ensino e educadores profissionais. Concentrar esses dois mundos em um mesmo ambiente tende a aproximar e aprimorar uma função que ambas já desempenham paralelamente.


Quais categorias vislumbra com melhor potencial de venda nesses estabelecimentos?
Há uma tendência crescente no mercado mundial de brinquedos intitulada de “Faça Você Mesmo”. Refere-se a itens que permitem ser construídos pelas crianças e cujo resultado final gera nos pequenos um sentimento de orgulho diante das criações. Há, inclusive, um apelo educacional mais ligado ao universo da papelaria neste segmento, em que são trabalhadas habilidades manuais por meio de corte, colagem, pintura, dobradura e até costura.


"Concentrar esses dois mundos em um mesmo ambiente tende a aproximar e aprimorar uma função que ambas já desempenham paralelamente"

 

< Anterior | Próxima >