CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Consumidor

Aprender com resumos e criatividade

Compartilhe

Studygramer aposta nas cores de suas canetas para memorizar resumos e melhorar desempenho na faculdade de medicina

Canetinhas coloridas, fichas pautadas, marca-textos, cadernos e brush pens são exemplos de materiais de um studygram apaixonado por papelaria. Felipe Almeida Gomes, ou @studymed, de 18 anos, começou sua jornada na faculdade de medicina no início de 2019 e intensificou o compartilhamento de seus resumos com amigos no Instagram. Hoje, com mais de 150 mil seguidores, o estudante já conta com a parceria de várias marcas para continuar a deixar a mesa de estudos toda colorida e a rotina de estudos mais completa. “Os produtos de papelaria me ajudam exclusivamente na minha vida de estudante. Com o curso de medicina, passo praticamente o dia todo estudando, sempre com alguns produtinhos junto comigo para me auxiliar durante o tempo de estudo”, detalha.

A ideia de criar um perfil para estudantes no Instagram começou pelos seus próprios amigos. Felipe tinha resumos completos e coloridos que queria compartilhar com todos e achou a oportunidade perfeita nas redes sociais para aprender com criatividade. “Criei meu perfil em outubro de 2017. Já são dois anos! Nunca imaginei chegar à proporção que cheguei, muito menos ter todas as oportunidades que tive com meu perfil. Criei ele apenas para ajudar meus amigos com os resumos, já que sempre me pediam, foi crescendo e se tornou o que é hoje, o @studymed! 

“Sou uma pessoa que só consegue aprender escrevendo, ou seja, preciso fazer os resumos em uma folha ou caderno para conseguir entender”

Felipe Almeida Gomes

Ao ser perguntado sobre o porquê de ter se conectado com os artigos de papelaria, Felipe afirma ter encontrado nas cores de suas canetas, em seus marca-textos e em sua organização uma nova maneira de memorizar os conteúdos e ser criativo no aprendizado. “Sou uma pessoa que só consegue aprender e assimilar o conteúdo escrevendo, ou seja, preciso fazer os resumos e escrever tudo em uma folha ou caderno para conseguir entender a matéria”, explica.

Depois de ter concretizado o perfil no Instagram, Felipe diz que não precisa mais comprar em papelarias. As marcas entram em contato com o influencer para apresentar os novos produtos e apostam em suas reviews. “Antes do Instagram, o que mais comprava eram canetas. Adorava renovar o estojo sempre que era possível”, lembra o estudante. Apesar de ter essa relação profissional com papelaria, o jovem afirma que as vitrines ainda têm poder de atração sobre ele. “Acho que a arrumação da loja chama muita atenção do cliente. A arrumação por cores me toca bastante e acho muito bacana”.

Para além da vida no Instagram, Felipe também criou um canal no YouTube, que hoje tem cerca de 11 mil inscritos, para compartilhar mais sobre sua rotina como estudante de medicina, fazer reviews sobre produtos que possam ajudar na rotina de outros estudantes e compartilhar mais detalhes sobre o seu dia a dia.