CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Fornecedores

Soluções há 90 anos

Compartilhe

Continuar oferecendo produtos funcionais e aprimorar o relacionamento com consumidores e revendedores é o desafio da Condor ao completar nove décadas de fundação.

Desde 1929, quando foi fundada por Augusto Emilio Klimmek, a Condor investiu em várias maneiras de se conectar com seus consumidores. Novas tecnologias, percepção de oportunidade de seu fundador e sensibilidade aos hábitos de consumo fizeram da marca uma empresa líder em produtos de limpeza, higiene e beleza. Sem contar com a vasta linha de pincéis para uso artístico e escolar. Com 100% do seu capital brasileiro, a empresa apresenta cerca de dois mil produtos em seu portfólio, está presente em diversos pontos de vendas no Brasil e tem duas unidades fabris: uma em São Bento do Sul (SC) e outra em Pernambuco, além do escritório em São Paulo.

DNA da empresa

A Condor tem conseguido manter de modo equilibrado a valorização de sua história, a sintonia com sua realidade local e atual e a projeção do seu futuro. A empresa mantém, em São Bento do Sul, um museu com visitação gratuita, onde é possível conhecer a trajetória de seu fundador, Augusto Emílio Klimmek, e a evolução de seus produtos. Em 1932, logo após ter conseguido um prédio próprio, a Condor passou a investir na comunidade, como a criação do Corpo de Bombeiros Voluntários Condor, o apoio na viabilização do Cine Brasil, o primeiro da cidade, e a participação na instalação do colégio estadual.
Atualmente, a empresa investe em projetos diversos, como o da Fundação Abrinq, pelo qual distribui escovas dentais para milhares de crianças e adolescentes com materiais educativos. Também participa de parceria com a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, por meio de vendas de produtos com a cor do Outubro Rosa. A Condor mantém ações no campo da sustentabilidade, como o processamento mensal de mais de 60 toneladas de garrafas pet, que, depois de granuladas, são utilizadas na fabricação de cerdas para as vassouras produzidas nas fábricas.

“Há três anos, passamos a construir um novo posicionamento de marca, que ressalta o cuidado com o bem-estar de nossos consumidores por meio de uma oferta de produtos modernos, práticos e de alta qualidade – algo que está no cerne do nosso negócio”, afirma o diretor-presidente, Alexandre Wiggers.

O projeto “Pintando o Futuro” é um exemplo prático dessa postura, sendo idealizado para educar e trazer conhecimento no país por meio da arte. A equipe de pincéis artísticos e escolares da Condor pensou no projeto visando atingir alunos, professores e pessoas interessadas em arte. “A apresentação dos produtos escolares e a capacitação oferecida aos interessados na área educacional proporcionam o uso correto dos produtos, além de motivar ideias que envolvem a arte com atividades que promovam o desenvolvimento cognitivo, emocional e motor dos alunos”, destaca Denise Emery, técnica em pincéis da Condor e educadora pós-graduada em arteterapia e história da arte.

Mesada de 10 mil por um ano

Os 90 anos completados no ano passado foi marcado por várias ações. A promoção que concedeu ao vencedor o valor de 10 mil reais por mês, durante 12 meses, para aplicar algum projeto pessoal, obteve enorme repercussão. “Para a próxima década, vamos buscar ainda mais inovação e sustentabilidade em nossos produtos e consolidar nosso posicionamento como uma das melhores empresas do país e uma das poucas que ainda se mantém genuinamente brasileira”, conta entusiasmado o diretor-presidente.