CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Retrospectiva 2019

Tempo de refletir e projetar

Compartilhe

O incerto 2019 pôs à prova o pensamento estratégico e desenvolveu a procura por inovação no setor papeleiro

O ano de 2019 foi de recuperação da crise político-econômica e aqueceu o varejo no segundo semestre do ano. O período de incertezas fez com que reinvenção fosse a opção para se manter ativo no mercado. Com tantos momentos de reflexão, o ano termina com um sentimento de esperança no setor papeleiro e uma pergunta: 2020 será melhor?

Apesar de todos os questionamentos, foi um ano em que a pesquisa por tendências e a implementação dela, se fizeram presentes para que os negócios se diferenciassem. Exemplo disso, é a nova dinâmica de compras proporcionada pelo e-commerce. Uma pesquisa realizada pela UOL em julho deste ano, apontou que existem cerca de 930 mil sites dedicados ao comércio eletrônico no Brasil. Em relação ao ano anterior, o índice configura um crescimento de 37,5%.

A mudança de comportamento dos consumidores e as novas possibilidades proporcionadas pela tecnologia também foram fatores perceptíveis em 2019. A população do Brasil está mais prática (55% dos entrevistados vão direto à loja para efetuar a compra), mais conectada (64% têm um smartphone), mais saudável (57% reduziram o consumo de gordura e 56% diminuiram a ingestão de sal), mais negociadora (64% escolhe as marcas pelo baixo preço) e mais sustentável (42% estão mudando seus hábitos de consumo para reduzir o impacto no meio ambiente), aponta pesquisa realizada pela Nielsen.

Em um período de mudanças, espera por melhorias e análise de mercado, a Revista da Papelaria conversou com fornecedores e papeleiros para entender os impactos que este ano trouxe ao varejo papeleiro. Clique nos boxes abaixo para conferir a retrospectiva de 2019 do setor de papelaria.









Post anterior